Instruções ao Invisível é um boletim do Setor de Biblioteca e Informação do MAMM, que tem como objetivo gerar e transmitir conteúdos relevantes do acervo bibliográfico e documental do poeta Murilo Mendes e demais acervos do Setor.

 

No Boletim #10 Adeus mundo samba, neste mês de agosto, em saudação ao poeta, honramos a sua memória revisitando alguns resquícios de jornais, correspondências e imagens, que remetem à sua morte.
Em 16 de agosto de 1975 o jornal Estado de Minas publica um ‘adeus’ ao poeta. Em outubro do mesmo ano, o amigo da família, Jorge de Sena, envia à Maria da Saudade, viúva de Murilo Mendes, uma carta enunciando a transcendência da vida, em obra do poeta. A seguir, uma ilustração de André Masson, do livro Langue Morte, um dos livros que compõe o acervo bibliográfico do Setor de Biblioteca e Informação do MAMM. Por fim, o poema Pirâmide de Murilo Mendes, retirado do livro do poeta: Poesia completa e prosa.

Boa leitura.

Fonte: ESTADO DE MINAS – Sábado, 16 de agosto de 1975.
Santa Barbara, Cal., USA, 5 de Outubro de 1975
Querida Saudade,
[…] a sobrevivencia do Murilo está na sua obra, com aquela grandeza em que o homem transcende a literatura. É uma voz que não se extingue, não apenas por ter sido uma das que transformou os caminhos de uma poesia nacional, mas porque, acima disso, é uma grande voz autêntica, daquelas que sempre se ouvem, quando um livro se abre (o que nem sempre acontece ou poucas vezes acontece com os livros deste mundo). […]
Jorge de Sena
Fonte: MENDES, Murilo. [Correspondência] Destinatário: Maria da Saudade. Santa Bárbara [USA], 5 out. 1975. 1 carta.
Fonte: BOSQUET, Alain. Langue morte. Dessins d’André Masson. Paris: Sagittaire, c1951. p. 40. 
Pirâmide
Sozinho no monumento dos séculos
Consulto meu cérebro
Eu sou tudo que foi, que é e que será.
Da minha cabeça a vida sai armada
Todas as coisas pensam em mim por mim contra mim
Meus olhos convergem para todas as coisas
Que de todos os lados convergem para mim.
Personagem de enigma
Assisto às idades desfilarem
Bebo a vida e a morte ao mesmo tempo
Personagem de enigma
Sou eu quem segura a água a terra o fogo e o ar
Julgando tudo e todos eu me julgarei.
Fonte: MENDES, Murilo. Mundo Enigma. Porto Alegre: Globo, 1942. p. 69.
OUVIR
Boletim Biblioteca MAMM
Organização:
Washington da Silva
Colaboração:
Frederico Lopes (Voz)
Lucilha Magalhães (Curadoria)
Simone Santos (Revisão)
Direção MAMM:
Ricardo de Cristofaro
MAMM – MUSEU DE ARTE MURILO MENDES
www.museudeartemurilomendes.com.br
Rua Benjamin Constant, 790 – Juiz de Fora – MG
CEP: 36015-400
Recepção: (32) 3229-9070
Entrada Gratuita

Funcionamento MAMM:
Terça a sexta, das 9h às 18h
Sábado e domingo, das 12h às 18h
Funcionamento Biblioteca:
Terça a sexta, das 9h às 18h
Tel.(32)3229-7653


Espaço acessível:
O MAMM possui elevador e banheiro para
portadores de necessidades especiais
em todos os andares.

Facebook

Instagram


[Sender_Name]

[Sender_Address], [Sender_City], [Sender_State] [Sender_Zip]

Unsubscribe

Newsletter


MAMM - MUSEU DE ARTE MURILO MENDES
Rua Benjamin Constant, 790 - Juiz de Fora - MG
CEP: 36015-400
Recepção: (32) 3229-9070

Funcionamento:
De terça a sexta, das 09h às 18h
Sábado e domingo, das 13h às 18h

Entrada gratuita

Espaço acessível

MAPA DO SITE